Essa versão foi publicada originalmente em 02 de setembro de 2021 e atualmente está desatualizada.

São componentes históricos da brasilidade, base das aspirações dos cidadãos que construíram essa nação:

I. A família;
II. A independência e a autonomia da vontade;
III. A solidariedade e a resiliência;
IV. O trabalho e a livre iniciativa;
V. A liberdade e a busca da prosperidade;
VI. A cidadania e a estabilidade nas relações;
VII. A justiça e a defesa da verdade.

Os elementos históricos da brasilidade que servem de base para as aspirações dos cidadãos que constroem a nação brasileira são: 

  1. a família é decorrente dos valores cristãos: a tradição cristã é reverenciada nessa constituição em seu aspecto histórico e, portanto, em respeito à laicidade e a todas as formas de religiosidade reciprocamente respeitosas à brasilidade;  todas as religiões formativas das grandes sociedades e  nações tem como base a família.
  2. a independência e autonomia da vontade;
  3. o trabalho e a livre iniciativa;
  4. a liberdade e a busca da prosperidade;
  5. a cidadania e a estabilidade nas relações;
  6. a justiça e a defesa da verdade.

Afastar-se desses elementos significa ficar mais distante da identidade que forma a nação brasileira.

 

Clique para expandir

Navegue pelos artigos

Essa versão foi publicada originalmente em 02 de setembro de 2021 e atualmente está desatualizada, por isso os comentários foram desativados.

9 comentários
Mais antigos
Mais centes Mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Cezar RD
Cezar RD(@caprduarte)
8 meses atrás

“A justiça e a defesa da verdade”
Há um risco grave aqui. Não li até o fim, talvez mais pra frente tenha algum remédio para segurar os “donos da verdade”.

Fernando Coratti Silva
Fernando Coratti Silva(@f7c7s7)
8 meses atrás
Responder para  Cezar RD

vdd, conhecendo como agem no mundo jurídico com interpretações mirabolantes em cima das vírgulas nas leis, e diante da experiência traumática que estamos tendo com o judiciário, “defender a verdade” implica sérios riscos do estado nos dizer o que seja a mesma… melhor seria “A busca da verdade e a defesa da justiça”

Thiago Lopes
Thiago Lopes(@tlop2000)
8 meses atrás

Eu gostei do fato de o prêambulo não mencionar Deus e religião, mas agora vendo um capítulo tratando de simbolos nacionais históricos , patrimônio imaterial da nação, aqui, eu acho que caberia justamente e oportunamente “A religião cristã através de suas várias formas de manifestações” .

Robert Matos
Robert Matos(@robertvmatos)
7 meses atrás
Responder para  Thiago Lopes

É algo indissociável da brasilidade. Senão teremos procuradores processando o estado mandando tirar o “Deus seja louvado” da cédula do real ou mandando alguma cidade chamada “Santo Antônio” mudar o nome dela em nome do estado ateu

Editado 7 meses atrás
Thiago Marques
Thiago Marques(@thiago77mar)
7 meses atrás

Este inciso VII é bem perigoso sendo “aspirações da brasilidade: A justiça e a busca da verdade”, desde que o Estado não diga ou determine o que é verdade. Por isso este inciso precisa ser muito claro em questão a isso !

Fernando Coratti Silva
Fernando Coratti Silva(@f7c7s7)
7 meses atrás
Responder para  Thiago Marques

Acho que vc quis dizer “(…) a defesa da verdade” que é o que consta no texto. Se for isso, realmente… para ser defendida, se pressupõe que se diga o que é a Verdade, e mesmo que conste como aspiração da Nação, obviamente será o estado que irá tutelar esta questão. Lembrando que até o Mestre silenciou quando estado romano lhe perguntou o que era a Verdade… Penso que mais adequado seria a “busca da verdade, e a defesa da justiça”, pois a justiça pode ser conhecida e defendida pelo estado, vez que ele sabe quais são as leis que ele mesmo cria e tem o monopólio da jurisdição, já a verdade…

Spartacus Eduardo Bottaro Marques
Spartacus Eduardo Bottaro Marques(@spartacus_marques)
7 meses atrás

Creio que também fazem parte do histórico da brasilidade, e não estão contemplados nesse artigo, o respeito a propriedade privada, os valores morais judaico-cristãos, o apreço a liberdade de expressão, a não discriminação quanto a raça, etnia, cor, religião e procedência nacional, e, uma outra característica do brasileiro que considero muito peculiar, é a de acolhimento e integração de refugiados, migrantes e imigrantes facilitando a assimilação da cultura brasileira por parte desses.

Davi Castro
Davi Castro(@davihhcastro)
7 meses atrás

Será que seria possível trocar “I. A família;” para I. A família tradicional?

Robert Matos
Robert Matos(@robertvmatos)
7 meses atrás
Responder para  Davi Castro

Família natural hahaha

Assine nossa newsletter

Assine a nossa newsletter e receba gratuitamente todas informações da Constituição que irá libertar o Brasil.

Seções

Essa versão foi publicada originalmente em 02 de setembro de 2021 e atualmente está desatualizada.

Livro já disponível!

Formatos impresso e digital.

Busca de conteúdo